Início > Internet e Web, Otimização de Sites - SEO > Tratando com palavras-chave e tráfego orgânico no Google Analytics com Leonardo Naressi – Olhó SEO 2011

Tratando com palavras-chave e tráfego orgânico no Google Analytics com Leonardo Naressi – Olhó SEO 2011

Leitores do Notícias Dinâmicas, estamos chegando com mais uma palestra, uma das melhores da minha opinião. No Olhó SEO 2011, Leonardo Naressi apresentou para todos os presentes a palestra “Tratando com palavras-chave e tráfego orgânico no Google analytics”, e exibiu dicas importantíssimas e pontos de vista sobre o analytics tanto para profissionais SEO, como profissionais de web analytics.

palestra de Leonardo Naressi no Olhó SEO 2011 em Florianópolis

Leonardo Naressi apresentou no Olhó SEO 2011, Florianópolis - SC o tema "Tratando com palavras-chave e tráfego orgânico no Google Analytics"

De forma direcionada para dicas e tendências, Rafael palestrou sobre dados e ferramentas do Google Analytics que possuem peso e relevância em nossas análises no dia a dia. Confira abaixo nosso review da palestra, com opiniõe, idéias e informações relevantes para você leitor:

Apresentação: SEO

Rafael logo demonstrou a diferença entre tráfego orgânico (= natural, onde as pessoas buscam o que ela querem), onde os  usuários  deixam explícitos suas intenções de busca.

O que as pessoas estão querendo saber? Intenção?O que estão pensando?  Todas essas iniciativas refletem no modo como o usuário faz as suas buscas.

Cases e buzz: utilize e monitore o comportamento dos usuários

Enfim, tudo encaminha para intenções de busca, o buzz na internet altera e impacta nos formatos de pesquisa (razões externas, sazonalidades, buzz na web). O analista e profissional tem que sempre ficar atento a essas informações e fatores externos.

Google Analytics e sua função para SEO: Dicas e análises

  • Utilizar para seu objetivo básico: Otimização. Utilize os recursos que a ferramenta disponibiliza para você
  • Buscas por região e segmentação: Termos de buscas diferenciadas por regiões. Rafael demonstrou de forma clara como a pessoas buscam, por determinada região, termos que são sinônimos. É necessário segmentar essas palavras que geram acesso. Otimizar nessa linha de pensamento
  • Exemplo prático: Balada x Festa x Boate = SP x RS x GO (Como então otimizar?)
  • Cruzar dados por região e busca de termos que mais geram tráfego: prioridades dentro de um projeto de otimização. Já pensou em utilizar a tabela dinâmica do Google Analytics?
  • Presença de termos Brand x No Brand: análise feita para separar os termos por marca de um site
  • Procurar por sites dentro do Google:  facilidade no acesso (sem querer, via busca orgânica) . Ou seja, o  usuário procura acessar o site pelo próprio mecanismo de busca (isso acontece!)
  • Analisar as diferenças entre keyword x landing Page:  cada acesso diferencia-se pela intenção x resultado. Análise precisa da relevância do site a entrega das páginas corretas para o usuário
  • Analisar long tail: imprevisibilidade nas buscas partindo dos usuário, gerando um tráfego maior através da abrangência. Conteúdo! Muito conteúdo!
  • Com quantas palavras se alimenta o robô de busca:  monitore o número de keywords que geram acesso ao site, seja por landing Page ou de modo geral
  • Buscas em diferentes línguas:  nos EUA, os usuários tendem a buscar por menos keywords. Analise o comportamento dos usuários por região
  • Cada categoria de buscas possui “tipos” de busca diferente:  segmento de mercado, nicho, categoria incluída das empresa possuem um tipo de busca diferente para o usuário. Onde seu cliente está enquadrado nesse assunto?
Público da palestra de Analytics no Olhó SEO 2011

Público do Olhó SEO atento as dicas de Leonardo Naressi: Segmentação de Keywords, relevância e tendências!


  • Expressões regulares: designação para filtros específicos e tipos de procuras no Google, criando regras para textos e palavras. Explore os filtros existentes por essa linguagem
  • Use a API para exportar TODAS  as palavras chave: Recurso essencial para um bom analista
  • Excellent  Analytics: open source, free, direto no Excel  PLUGIN para visualizar dados no Excel. Dinamismo em suas análises
  • Atualização do Google Analytics: Fique atento, o Google analytics v5 vem aí
  • Utilize os funis multi-canais: cruzamento entre tipos de acessos, seja orgânico, direto, twitter, ou através de outras palavras. Explore os caminhos que os usuários fazem/entram em seu site, corrigindo erros e monitorando seu comportamento. Otimize!
  • Ferramentas do Google: Utilização de ferramentas competitivas, como keyword tools e insights. Faça o cruzamento de diferentes dados para melhorar suas análises!
  • Taxa de bounce: metas para incluir “script de scrool” (taxa de navegação do usuário), analise o tempo e taxa de conversão para 10s (por tempo), medir o bounce de acordo com o tipo de página que está sendo entregue ao usuário

Por tanto, o Google Analytics possui recursos que nem sempre são explorados pelos analistas. Use essa ferramenta como apoio em seu projeto SEO. Segmente, pesquise, analise mais profundamente. Rafael Naressi foi bem claro nessas questões em sua palestra no Olhó SEO 2011.

Por tanto, Notícias Dinâmicas sempre de olho em tendências, recomenda: mãos a obra para essas aplicações!

  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe seu comentário. Opiniões, ideias e mais informação são muito bem-vindos!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: